terça-feira, 20 de setembro de 2016

A Mulher de Cabelos Loiros e o Homem do Chapéu

terça-feira, 20 de setembro de 2016
Depois de um romance mais "pesado", decidi pegar neste, que me pareceu "leve".
Este romance junta duas das coisas que mais gosto: cartas e culinária.
Uma estória apaixonante que se vai desenrolando através da correspondência trocada entre Eve, uma dona de casa inglesa, e Jack, um escritor americano.
É o tipo de romance ideal para ler nas férias de verão.
Recomendo.



Ficha Técnica
Título - A Mulher de Cabelos Loiros e o Homem do Chapéu
Autor - Deborah McKinlay
Editora - Edições Asa
ISBN - 9789892328003 
Género - Romance
Sinopse -  Tudo começa com uma carta.
Eve Petworth escreve-a com o objetivo de felicitar um dos seus escritores favoritos.
Jackson Cooper lê-a e, embora tenha tudo o que um escritor de fama mundial possa desejar, sente uma ligação imediata com a sua autora. Algo que, percebe então, o sucesso e o dinheiro não compram.
Não se conhecem pessoalmente e têm pouco - ou mesmo nada - em comum. Eve é inglesa e vive voluntariamente enclausurada em casa.
O mundo fora de portas angustia-a. As relações sociais paralisam-na. É uma romântica que se condenou à solidão.
Jackson é americano e vive rodeado de pessoas, principalmente mulheres. Mas ninguém consegue ajudá-lo a ultrapassar o bloqueio criativo que o atormenta secretamente. É um artista sem rumo.
Em jeito de evasão, Jackson transfere o seu impulso criativo para a cozinha. Infelizmente, a sua nova namorada é vegetariana e pouco dada a devaneios gastronómicos. Essa é uma lacuna que Eve está mais do que habilitada a preencher, dada a energia que dedica às mais delicadas e complexas iguarias. E quando trocam receitas e segredos culinários, a distância entre ambos quase se extingue. Uma distância que é simultaneamente reconfortante (para Eve) e tentadora (para Jackson).
O escritor está disposto a arriscar quebrar a magia que esta improvável amizade trouxe à sua vida e propõe um encontro na cidade mais gourmet do mundo: Paris. Não podia saber que a ansiedade patológica de Eve torna esse sonho impossível…

Sem comentários:

Enviar um comentário

Histórias Transmitidas © 2014